sábado, 14 de janeiro de 2012

PARABÉNS TIAGO

Meu querido FILHO...
Faz hoje vinte anos que nasceste.
Faz hoje vinte anos que encheste os nossos corações e as nossas vidas de alegria.
A Mãe quis marcar este dia, lembrando com o coração rasgado, alguns momentos de tanta felicidade por TI vividos nestes dias "14 de Janeiro".

video

domingo, 1 de janeiro de 2012

ALGUÉM QUE ME CONHECEU...

Filipa Cavalleri Serpa – Treinadora nacional dos Juniores

“O que aconteceu ao Tiago deixa-nos uma profunda tristeza, por termos lidado tão de perto com ele enquanto atleta, mas principalmente enquanto pessoa. Das vezes que tive o privilégio de estar com ele, foi sempre um atleta que mostrou empenho, sempre sério no seu trabalho e sempre com uma motivação muito grande, em querer fazer melhor. Ele era um motor de motivação em relação aos seus colegas. A ideia que eu retenho do Tiago é de uma pessoa muito esforçada, um atleta que ambicionava mais, mas principalmente uma grande motivação e que gostava daquilo que fazia. A imagem que nós podemos reter dele, pelo menos a minha imagem, é de uma atleta bastante motivado, esforçado, empenhado, e amigo do seu amigo. É com muita infelicidade e com muita tristeza que nós vemos partir alguém assim, porque é das pessoas que fazem a diferença. Mas deixa saudades porque era um atleta que realmente marcava a diferença.

Rui Fonseca

Presidente da Secção de Judo da AAC

“O Tiago estava na AAC desde os onze anos. Sempre foi um miúdo com uma grande vontade de vencer. A sua entrega aos treinos, à competição, ao Judo e a Académica foram sempre um exemplo para todos, revelando sempre um grande respeito pelos colegas e pelos mais velhos. Para além das qualidades de competidor era um excelente amigo e um excelente colega.

O seu desaparecimento foi um choque e uma enorme tristeza para todos nós.

O Tiago vai ficar para sempre nos nossos corações e a Académica v

ai homenagear o Tiago e a sua memória para as gerações futuras.”

João Abreu (Jocá) – Treinador da equipa sénior da AAC

"Era um miúdo super humilde, muito educado, respeitava toda a gente, tentava sempre conciliar todos por um bem geral, pelo bem-estar do clube, pelo bem-estar dele próprio. Tinha uma grande ambição que era ser um grande atleta no Judo, e já o era de facto. Tinha desde muito novo a ambição de ir aos jogos. Era um atleta que treinava sempre e, muito. Todos os dias estava no treino. Era o primeiro a chegar e dos últimos a sair. Era um atleta que se empenhava a 200% no treino porque tinha os objectivos dele muito bem definidos."


João Neto

Treinador da equipa sénior da AAC e do centro de alto rendimento de Coimbra

“Uma das maiores penas que eu tenho é de ter trabalhado com o Tiago só 7, 8 meses, quando eu comecei com o treino no centro de alto rendimento e depois com a Académica. Foi o atleta que até hoje foi mais dedicado, mais empenhado e com objectivos desportivos mais fortes. Ele era determinado em tudo o que fazia. Era um rapaz com muito talento, com uma óptima condição física. Via-se que tinha um futuro promissor na modalidade, para além disso tinha uma alegria sempre a treinar e vontade de trabalhar, vontade de dar mais e mais. Era mesmo impressionante. Nunca conheci ninguém assim. Isso viu-se na fase final da sua vida e da maneira como ele lutou com a doença mesmo até ao fim de uma forma que a mim, surpreendeu completamente. Nunca conheci ninguém como ele. “